sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

Saudade

Saudade apertada , do amor distante
O carinho que falta , se torna gigante
Palavras de amor que chegam oas ouvidos
Desejos , planos e sonhos reprimidos
Tanta demora para decidir,
Casar, morar junto estar perto de ti
A vida parece, brincar com o amor
Trazendo depressa um certo torpor
Tonturas e queixas se fazem presentes
Aquele que ama acredita e não mente
O tempo corre e aperta a alegria
Estaremos em breve vivendo a magia
Magia do amor , das mãos unidas
de olhares trocados numa só melodia
Chega de dor , tristeza e solidão
Merecemos viver logo,
nossa linda paixão.

Um comentário:

Luciana disse...

Tia,
Tenho certeza que escrever só pode nos fazer bem e trazer o bem. Por isso não tenho dúvida que é isso o que você atrai. Estou aqui para o que precisar.
Muitos beijos, com carinho,
Luciana